Nosso Laboratório seta Manual de Exames seta Citomegalovírus, anticorpos IgM, IgG e IgG avidez
Menu Principal
Nosso Laboratório
Horários de Funcionamento
Serviços
Manual de Exames
Instruções Gerais
Instruções de Coleta
Perguntas Frequentes
Artigos
Notícias
Oportunidades
Contatos
  • Princiapl
  • Princiapl
  • Princiapl
Citomegalovírus, anticorpos IgM, IgG e IgG avidez PDF Imprimir E-mail

Citomegalovírus, anticorpos IgM, IgG e IgG avidez 

Comentários

Em adultos saudáveis, o citomegalovírus (CMV) normalmente é assintomático ou pode determinar quadro clínico auto-limitado semelhante à mononucleose infecciosa. O citomegalovírus (CMV) é considerado a maior causa de infecção congênita, podendo ainda causar quadros graves em imunodeprimidos. Cerca de 85% da população adulta é soropositiva.

-Anti-CMV IgM:

a IgM pode surgir até duas semanas após o início do quadro clínico. Assim, caso a amostra seja colhida precocemente, deve-se repeti-la após 15 dias, para afastarmos infecção pelo CMV na presença de quadro clínico suspeito. Geralmente permanecem detectáveis por 3 meses, entretanto, por métodos imunoenzimáticos podem ser encontrados títulos baixos por até 12 meses, não devendo, pois, ser avaliado como um indicador absoluto de infecção recente. Falso-positivos também podem ocorrer em infecções pelo EBV e Herpes vírus. Por não ultrapassar a barreira placentária, seu achado no recém-nascido indica infecção congênita.

-Anti-CMV IgG:

Seu achado pode indicar infecção passada ou recente. Recoleta na convalescença (após 15 dias) pode evidenciar viragem sorológica ou aumento de 4 vezes ou mais na convalescença, em relação ao soro colhido na fase aguda.

 IgM 

Método

Imunoensaio enzimático Valor de referência

  • Índice < 0,80 = Negativo
  • Índice 0,80 a 1,20 = Indeterminado
  • Índice > 1,20 = Reagente

 Amostra

Soro ou líquor.  

IgG 

Método

Imunoensaio enzimático 

Valor de referência

Negativo 

Amostra

Soro ou líquor. 

Preparo para coleta de sangue

Jejum obrigatório de 8h. 

OBS:

O teste imunológico no líquor deve ser realizado em paralelo com o soro, devido a possibilidade de contaminação da amostra durante a punção.   

 
< Anterior   Próximo >